Icones da home

Utilize os controles abaixo para pesquisar os dados de conectividade de uma região, um estado, uma cidade ou escola.

Programa de Inovação Educação Conectada

A partir de estudos e pesquisas, o Governo Federal brasileiro deu início a discussões acerca da necessidade de um programa nacional de inovação e tecnologia na educação básica, que passou a ser formulada no âmbito da Casa Civil.

O Programa de Inovação Educação Conectada conta com a participação do Ministério da Educação (MEC), Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e com parceiros, como o Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), a Fundação Lemann, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), e a União Nacional dos Dirigentes de Educação (UNDIME).

Foi instituída por meio do Decreto no. 9.204, de 23 de novembro de 2017, disciplinada pelo Projeto de Lei no 9165 de 27 de novembro de 2017, ora em tramitação no Congresso Nacional.

Objetivo

Apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica.

Meta

Universalizar o acesso das escolas a ferramentas e plataformas digitais até 2024 e propiciar, já em 2018, acesso à banda larga de qualidade para até 22.400 escolas públicas.

Princípios

O Programa foi construído de maneira a considerar os princípios de:

  1. equidade de condições entre as escolas públicas da educação básica para uso pedagógico da tecnologia;
  2. II - promoção do acesso à inovação e tecnologia em escolas situadas em regiões de maior vulnerabilidade socioeconômica e baixo desempenho em indicadores educacionais;
  3. colaboração entre entes federados;
  4. autonomia de professores na adoção da tecnologia para a educação;
  5. estímulo ao protagonismo do aluno;
  6. acesso à internet com qualidade e velocidade compatíveis com as necessidades de uso pedagógico dos professores e alunos;
  7. amplo acesso a recursos educacionais digitais de qualidade; e
  8. incentivo à formação de professores e gestores em práticas pedagógicas com tecnologia e para uso de tecnologia.

Fases e Metas

O Programa está planejado para ser desenvolvido de 2017 a 2024, contemplando 3 (três) grandes fases: Indução, Expansão e Sustentabilidade, para as quais foram estabelecidas metas relativas ao atendimento a escolas rurais e urbanas e a velocidade pretendida.

Medição da qualidade da Internet nas escolas

Os dados sobre a qualidade de conexão à Internet divulgados no portal do Medidor Educação Conectada foram coletados por meio do Sistema de Medição de Trafego Internet (Simet), em duas versões: firmware e software. Tal sistema foi desenvolvido pelo Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações (Ceptro.br), departamento do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto Br (NIC.br), entidade civil, de direito privado, sem fins lucrativos, vinculada ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

O Medidor Educação Conectada, desenvolvido pelo NIC.br especialmente para o MEC, permite à escola, a qualquer momento, medir a qualidade de sua conexão, visualizando os resultados, assim como o histórico das medições anteriores. Os resultados apresentados são referências para o acompanhamento do desempenho da banda larga ao longo de um período. Com ele, é possível avaliar se as redes contratadas nas escolas estão compatíveis com o Programa de Inovação Educação Conectada.

Simet Box

O Simet Box é um firmware oferecido pelo NIC.br com o objetivo de analisar a qualidade da Internet. De modo sintético, ele é um software a ser instalado diretamente no sistema operacional de um roteador cuja rede seja utilizada por alunos e professores em atividades pedagógicas. As medições são realizadas de forma automática, sem a necessidade de interferência do usuário, a cada 3 horas em média. 

Medidor Educação Conectada

O Medidor Educação Conectada é um software de medição da qualidade de conexão que permite que a escola verifique parâmetros de sua conexão de banda larga. Não exige o uso de equipamentos, tais como um roteador, mas deve ser instalado em um computador que seja utilizado pelos alunos e professores para atividades pedagógicas. Tal computador deve estar constantemente ligado, uma vez que as medições são realizadas a cada 4 horas em média, de forma automática, assim como o Simet Box, sem a necessidade de interferência do usuário.

Métricas da qualidade de conexão

A velocidade de download se refere à rapidez com que um arquivo pode ser baixado de um serviço na Internet. Esse valor deve ser muito próximo à velocidade anunciada no contrato com seu provedor de Internet.

A velocidade de upload se refere à rapidez com que um arquivo pode ser enviado a um serviço na Internet. Esse valor costuma ser inferior à velocidade de download, e também deveria estar descrito no contrato com seu provedor de Internet.

O Ping ou latência bidirecional é a medida de tempo para uma mensagem ir a um destino e voltar. Um valor alto afeta principalmente a qualidade da navegação na Web, em jogos on-line e em conversas com transmissão de voz e imagem em vídeo.

A perda refere-se à porcentagem de “perda de pacotes” de uma conexão, ou seja, uma porcentagem de mensagens enviadas pela rede não consegue chegar ao destino. Perdas costumam acontecer quando a rede está congestionada. Valores acima de 2% afetam significativamente a qualidade da navegação e a utilização de jogos on-line, por exemplo.

O jitter é a variação da latência (atraso) na transmissão sequencial das mensagens. Se o seu acesso à Internet está funcionado bem, espera-se que, em uma sequência de mensagens enviadas, todas levem um tempo parecido para chegar ao destino. Caso isso não ocorra, as mensagens podem chegar fora de ordem e ocasionar demora nas aplicações.

Para registrar o horário das medições, o SIMET utiliza um servidor com relógio sincronizado com a Hora Legal Brasileira através do protocolo NTP (Network Time Protocol).

Processamento dos dados

Em ambos os casos, firmware e software, as medições realizadas são distribuídas em cinco métricas principais: Testes de Vazão TCP e UDP onde são medidas as velocidades de download e upload em cada um dos protocolos, teste de latência bidirecional, teste de jitter e perda de pacotes, conforme descritos nos itens acima.

Visto que para realizar tais medições são usados alguns fluxos de dados e o conjunto dos mesmos compõe uma medição de uma métrica, os dados são consolidados usando algumas medidas de centralidade como mediana e média para testes de vazão (TCP e UDP) e latência, e percentual para perda de pacotes.

As unidades de medida de referência para as métricas são descritas abaixo:

  • Vazão(Velocidade) TCP e UDP Download e Upload (Kbps)
  • Latência e Jitter (μS - microssegundos)

Os dados coletados para cada medição, métrica e dispositivo são armazenados em um banco de dados de medições do NIC.br.

Para que fosse possível a construção do portal Medidor Educação Conectada, além das bases de medições dos sistemas instalados nas escolas participantes do Programa de Inovação Educação Conectada, foram utilizados os dados coletados pelo Censo Escolar 2017, cujas bases estão disponíveis no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

Para a construção do objeto de dados necessário para a posterior visualização no mapa de escolas, foram utilizadas as seguintes variáveis:

  • NU_ANO_CENSO (Censo Escolar)
  • CO_ENTIDADE (Censo Escolar)
  • NO_ENTIDADE (Censo Escolar)
  • CO_REGIAO (Censo Escolar)
  • CO_UF (Censo Escolar)
  • CO_MUNICIPIO (Censo Escolar)
  • TP_DEPENDENCIA (Censo Escolar)
  • TP_LOCALIZACAO (Censo Escolar)
  • IN_LABORATORIO_INFORMATICA (Censo Escolar)
  • NU_COMP_ALUNO (Censo Escolar)
  • Latitude: (SIMET)
  • Longitude (SIMET)
  • Tipo de Dispositivo (SIMET)
  • HASH_DEVICE (SIMET)

Os dados de medições nas métricas descritas acima foram então extraídas do Banco de Dados, seguindo o seguinte padrão:

  • Velocidade de Download (Mbps): calculada a partir da média das medianas da métrica de TCP Download de todas as medições de um dispositivo na janela de tempo em que ocorreu o piloto
  • Velocidade de Upload (Mbps): calculada a partir da média das medianas da métrica de TCP Upload de todas as medições de um dispositivo no tempo em que ocorreu o piloto
  • Perda de Pacotes: mediana do percentual de perda de pacotes no período para cada dispositivo
  • Quantidade de matrículas: sumarização realizada a partir das Matrículas do Censo Escolar em uma mesma instituição

Visto que dentro da ferramenta de visualização de dados é possível realizar os cálculos também em diferentes níveis de desagregação: Município, Estado (UF) e Região, utilizou-se a média para cálculo nestes níveis, respeitando os valores já consolidados no objeto de dados inicial.

Os polígonos espaciais foram obtidos a partir de shapefiles do IBGE e os pontos foram alocados respeitando a localização geográfica obtida no SIMET quando disponível, ou geolocalização do endereço da entidade quando não foi possível obter seu valor via sistema.

Downloads e manuais

Nesta página, você encontra aos softwares e as informações técnicas sobre os sistemas utilizados para a medição da qualidade da conectividade nas escolas participantes do Programa de Inovação Educação Conectada.

O Simet, sistema no qual está baseado o Medidor Educação Conectada, permite que a qualidade da Internet da escola seja testada. Ele possibilita que seus testes sejam realizados sem interferências do provedor nos resultados, pois todas as medições são feitas fora da rede da operadora utilizada pela escola.

Com o Medidor Educação Conectada você pode:

  • Saber qual a velocidade da Internet (upload e download) da escola, utilizando os protocolos TCP e UDP
  • Saber a latência (ping) da rede
  • Saber como está a qualidade da Internet em sua escola

Baixe agora o software Medidor Educação Conectada em um computador da escola (preferencialmente em um computador que permaneça ligado durante o dia e a noite e que esteja conectado à rede de Internet utilizada pelos alunos):

Sistemas suportados: Windows 7 SP1 ou Superior / LE6, Ubuntu (16.04, 18.04, e 19.04), Debian (9 e 10)

Para Windows

passo a passo instação Windows
passo a passo instação Windows

Tutotial de instalação, você pode visualizar o arquivo aqui.

Para Linux

passo a passo instação Windows
passo a passo instação Windows

Tutotial de instalação, você pode visualizar o arquivo aqui.

Vídeo

Linux e Windows

MEC, trabalhando com Inovação e Tecnologia para impulsionar a educação pública brasileira